Site de Poesias

Menu

Desvendar?

Ah tu querias ver-me o rosto
E nem sequer tenho alma.
Sou desses anjos benditos
Que não saem das bocas
Dos que nada têm.
 
É...tu ansiavas minhas sombras
Para desvendar os meus dias,
E eu nem existia.
 
Assim é o hoje,
Um não-conhecer,
Um não-se-ver,
Um deixar prá depois,
Até perceber que o momento se foi.
 

 
 

Compartilhar
Elias neri
23/10/2015

  • 2 comentários
  • 246 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados