Site de Poesias

Menu

No divã

Um breve momento,
Um momento eterno,
Tormenta de pensamentos,
Descompassos,
Armário desarrumado,
Roupa suja no banheiro,
Migalhas pelo chão,
Deito-me no divã,
Na cama improvisada,
Na varanda arejada,
No silêncio da alma,
Nos sons da brisa leve,
No balançar das folhas,
Na cantoria dos pássaros,
No vai e vem das nuvens,

Sim, estou no divã.

Falando com o tempo,
Escutando suas respostas
Sopradas pelos ventos,
Na sala de tratamento,
Que não tem muros nem fronteiras,
E nem julgamentos,
Apenas pensamentos,
Buscando fora,
Buscando dentro,
Alinhando os dados
De um tabuleiro,
Desarranjado, espalhado,
Detectado
Na poltrona do divã,
Na cama dos elementos,
Na sala dos lamentos,
Na energia dos alimentos,
E na água cristalina
Que lava e purifica
O céu infinito
Que vive dentro,
Transbordando em nossos olhos,
Escorrendo por nossos lábios,
Espalhando-se nos dias,
Viagem da mente,
Combustível da vida,
Um breve momento,
Um eterno momento,
A cabeça no divã ...

 

Compartilhar
Ricardo Lemos
13/10/2015

  • 1 comentário
  • 80 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados