Terna infância

Na minha infância brinquei
De amarelinha, esconde- esconde.
Bate a cara, conte até dez.
Encontre-me não sei onde.
 
Na minha infância brinquei
De pega-pega, perna de pau.
- Minha filha não é só brincar,
Recolha as roupas do varal.
 
Na minha infância brinquei
De cirandinha e pião
Saltitei, corri, dancei.
Me esparramei pelo chão.
 
Na minha infância brinquei,
Diverti com meus irmãos.
Soltei pipa e rezei
Aprendi a fazer balão.
 
Na minha infância brinquei
Com simplicidade revesti.
Tive o carinho dos pais,
Jamais deixei de sorrir.
 
Na minha infância brinquei,
Estudei, apanhei, cresci.
De tudo eu desfrutei
De nada me arrependi.

Neucelia Felix
© Todos os direitos reservados