Caminhos...



Mesmo que tenhamos
A impressão,  a sensação,
De que os dias são iguais,
O invisível se materializa.
As pedras se movem,
Mudam de direção
Sinalizando e apontando
Possibilidades, caminhos,
Recuos, atalhos e até mesmo
As encruzilhadas da vida.
As linhas se tramam,
A poeira é levada pelo vento,
O caminho é avistado.
O seu caminho, a sua vida!
Escolhas serão lançadas.
É preciso acreditar, antes
De de tudo, em você.
Acreditando em você
O divino é exaltado,
O milagre é consumado.
Senão,  todos os seus dias
Serão eternamente iguais.

 

 

Obra registrada. Protegida pela Lei de Direitos Autorais 9610.
Conheça mais sobre o poeta e escritor Ricardo Ohara:
www.agbook.com.br
www.clubedeautores.com.br