Site de Poesias

Menu

PRONTO, FALEI!

A falta dela, tal barco à vela
A minha sorte só faz guiar
E dela ausente, triste e gemente
Eu passo os dias a prantear
 
Pelo horizonte, de altos montes
Ponho meus olhos a lhe caçar
Mas nada vejo; só há o desejo
E a esperança dela voltar
 
Muito queria estes meus dias
Bastante alegre poder passar
Mas o invejoso fado maldoso
Desta alegria vem me privar
 
Dela distante nenhum instante
De alacridade posso gozar
Anelo dela! A saudade dela
É mais um jeito de me matar!

 
 

Compartilhar

Visitem-me também em meu site pessoal:

www.sergionespoli.recantodasletras.com.br

Grato!!!


05/08/2015