Site de Poesias

Menu

Através

Alcanço por vôo o infinito da tua cor

Com olhar que por sonho tudo é viver

Em que o brilho reflete-a em cada flor

A manhã que à visão se tem sem querer

 

Pelo real sólido que a digestão me é dor

Ilusão ausente em dias que me faz carecer

Da esperança que o alcance me é clamor

Ao encontro que a vida é tudo alvorecer

 

Jardins coloridos desenhados na imaginação

Acendem o coração com a luz da liberdade

Com o desejo que respira um ar de afeição

 

Pelo quadro sonhado em que rompe a ilusão

Transcendendo a solidez com a identidade

Que me torna existente aos olhos da razão

 

 

Compartilhar
Murilo Celani Servo
18/07/2015