Site de Poesias

Menu

POEMA IMPERFEITO

 

 

 

 


Não ouso versar como poeta
Nunca pretendi dos tais ser uma
Voz da alma é só a minha meta
poetar  com a leveza da pluma

A beleza que deixo escondida
Tão somente é um certo jeito
Fazer rimas em linhas da vida
Pode ser um poema imperfeito

Meus versos são pétalas de flor
Do jardim do meu pensamento
Nas entrelinhas descreve o amor
Que  viaja no sentir do vento

Nos meus versos, uma história
O enredo de um amor inocente
Melodia e letra de memórias
Tatuadas na alma da gente

 

 

 

 

 

Compartilhar
Edla Princesa
07/07/2015

  • 1 comentário
  • 62 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados