Site de Poesias

Menu

Comentários da Poesia "POR AMOR?"

de Lucilla Guedes

Gostaria de deixar seu comentário?

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários aqui registrados não representam a opinião da equipe do Site de Poesias, nem mesmo recebem o seu aval. A responsabilidade pelo conteúdo dos comentários é inteiramente do autor dos mesmos. Ao poeta é reservado o direito de remover os comentários de seus poemas, quando achar por bem fazê-lo.


Muito bom ...parabéns

Sei da complexidade do assunto, mas até hoje não encontrei um livro que me ajudasse tanto como as escrituras sagradas. Muitos criticam estes livros porem poucos entendem seus genuínos significados. Acredito plenamente que as perguntas que fizeste em seu poema lá encontraras as respostas. Continuarei acreditando que as escrituras desvendam qualquer mistério.

Mais uma vez, parabéns pelo poema, este nos conduziu a nos expressar sobre um assunto que envolve nossas vidas.

"Nossas almas estão em contato no mundo invisível, em um nível não percebido por nossos sentidos ordinários..."


Minha querida amiga, eu também tenho a mesma percepção! Gostaria de agradecer os comentários generosos, mas tenho a convicção de que ao seu lado terei uma infinita aprendizagem sobre a vida!

Primeiramente, quero agradecer pelo gentil comentário que deixaste em meu poema Nênia, cara Lucila. Muito obrigado mesmo!
Seu poema é um dos mais significativos que li. O mundo mente para nós ou somos nós que nos deixamos enganar pelo mundo? Eis a dúvida que seu poema instiga. Penso que o conglomerado de aprendizagens, o convívio em sociedade, a construção cultural, as ciências e as religiões e até mesmo o nosso meio de convívio acabam moldando nosso caráter e fomentando questionamentos. Não que sejamos uma tabula rasa a ser preenchida desta forma, mas como dizer que não sofremos alguma influência? Como dizer que somos iguais, quando somos intrinsecamente distintos? Somos sonhadores, mesmo quando tentamos ser realistas... Parabéns pelo poema incrível e prenhe de filosofia! Abraços e força sempre!

Muito bom, parabéns!


http://poesiaesonetosdegcrs.blogspot.com.br

podemos tudo poetisa Lucila, o que não devemos e ter medo...
explanou bem todas as vontades e desejos do ser humano...
seguido pelo medo...e assim caminha a humanidade... como diz o ditado... Abçs!!

Voltar à poesia