Site de Poesias

Menu

Vidro

                                                    Sempre buscarei levar-te o bastante
                                       Para que não esqueça de mim d’ uma vez
                                       Porque dentro de mim por ti sem escassez
                                       Por namorar tanto perfeito semblante
 
                                       Porém sempre esse namoro distante
                                       Um talho no coração novamente fez
                                       Por restar sempre mal de ti, insensatez
                                       Talvez eu seja tolo por ser viajante
 
                                       Querendo tanto viajar resto de mundo
                                       Pr` provar que tod` estrada é caminho
                                       Caminho de abismo demais profundo
 
                                       Pra seu coração de vidro sem carinho
                                       Vejo tudo que se passa bem no fundo

 
                                       Até meu medo de vez viver sozinho...
 
                             Visite meu website: www.marcusviniciusart.wix.com/marcusvinicius
                              Tem pinturas digitais, músicas instrumentais, sonetos, pensamentos filosóficos, livros publicados (Tudo de minha autoria).

Compartilhar
Marcusvinicius
01/07/2015