Site de Poesias

Menu

O amor.

 

 
O amor é como o vento,
vem sempre de onde menos se espera.
Uma brisa calma, outra, uma tempestade,
mas que sempre termina em bonança.
O amor nunca se exalta ,
esta sempre em pauta,
de menos, nada resulta,
temos que tê-lo em alta.
O amor nasce do olhar
vive no coração a pulsar.
No teatro da vida mora no camarim,
na coxia, no palco e na plateia,
e brilha sob as luzes da ribalta.
 
J.A.Botacini.

Compartilhar

Obrigado pelo carinho da visita ao sair deixe um comentário ou uma simples critica.

Jose Aparecido Botacini
20/06/2015

  • 3 comentários
  • 189 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados