Perdoe-me por te amar assim

Perdoe-me por te amar
Sem antes amar o teu amor.
Perdoe-me por te amar insensatamente
Ao ponto de alimentar a tua dor.
Sei que dirás entre lágrimas
Que o que sinto não é amor.
Então perdoe-me por te amar
De forma tão distorcida.
Sei bem as coisas de que gosta,
As distrações que te fazem se divertir.
Sei o que te faz chorar
E que gracejos te fazem rir.
Eu te conheço mais do que a mim.
Mas o que eu ainda não sei amor
É como te amar além do meu amor.
Ainda não aprendi a não te sufocar
Com o meu exagero em errar
Por amor, por descomedido amor.
Sou errado em te amar assim,
De forma tão descompassada e tão imatura.
Mas eu te amo, juro que te amo!
Até me sufoca pensar em não te amar.
Então, perdoe-me por ser assim,
Perdoe-me por te amar assim,
Perdoe-me por ser o vilão dessa história.

*-*Raiza*-*
© Todos os direitos reservados