Site de Poesias

Menu

NO FIM DA ESTRADA

 

 

SOLITÁRIO...

COMO O SOL NA ALVORADA,

CAMINHEI COM MEU DESTINO,

NESSA LONGA...

INFINDA...

ESTRADA.


PASSOS LARGOS,

DESATINO,

PEGADAS HÁ MUITO

APAGADAS,

NÃO SABIA,

NEM QUERIA,

SABER ONDE A ESTRADA

DAVA.


MAS EIS QUE FELIZ,

SURPRESA!!!

LÁ NO FINAL

ME AGUARDAVA.

RISO SOLTO,

BRAÇOS ABERTOS,

SEU CORAÇÃO

ME CHAMAVA.

 

Compartilhar
Maria Isabel Sartorio Santos
22/05/2015

  • 3 comentários
  • 195 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados