Site de Poesias

Menu

Não há mais Abraão!

Não há mais Abraão
Todo o mundo está invertido
Todo o mundo é ablação
Deus fica escondido, dorido
Desta vida sem razão!
Não há mais sol de inverno
Nem laranja amarga e doce
Tudo é inverso
Reverso, submerso
Só a alma triste e venerável
Existe, mas insustentável
Neste mundo caótico!
Mas eu ainda sonho
Com um mundo
Belo e risonho
Onde se cante o amor!
Eu ainda sou
O que ainda não acabou!

 
 

Compartilhar
Ezequiel Francisco
12/05/2015

  • 0 comentários
  • 150 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados