Site de Poesias

Menu

TANGO

Ela olha os rostos presentes,
Procurando um homem,
Qualquer um que lhe tome
A mão estendida que treme,
E a conduza nessa dança.
 
Ao ardoroso tango...
De vestido branco colado,
Sapatos vermelhos de salto,
Ela sensualmente os convida,
Um a um, com a mão estendida,
 
À dança mais visceral,
Que arrebata os sentidos,
Que entorpece colorindo
A pele de sangue e de sal.
Um homem aceita o desafio...
 
Então se enroscam e rodopiam,
Lutam como assassinos,
Numa cena de amor brutal,
Fingindo vencer, com essa dança,
Uma vontade horizontal. 

Compartilhar
Lucilla Guedes
17/04/2015

  • 15 comentários
  • 239 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados