Site de Poesias

Menu

QUASE

 Sentir o azul,
Como é triste!
Querê-lo, quase tocá-lo,
Para subitamente
Se ver no escuro
Mergulhado,
Que é tudo o que existe.
 
Sentir o amor,
Como é triste!
Querê-lo, quase vivê-lo,
Para subitamente
Se achar mergulhado
No desejo,
Que é tudo o que existe.

Compartilhar
Lucilla Guedes
09/04/2015

  • 7 comentários
  • 224 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados