Site de Poesias

Menu

Rotina do seu pessoa

 

 

Depois do por do sol volta para casa

amizades.
Primeiro o porteiro.
- bom descanso!
- bom trabalho
O segundo. As vezes o dono da banca.
- noite seu pessoa
- noite! chega por hoje
-chega
O terceiro some. Quando não, abaixamos e levantamos a cabeça
O quarto se dorme se ama.
Amanha com o arrasto inverto a ordem da mesma coisa.
-bom dia
-bom dia (sorrizo)
Sorriso na testa. Como se fosse domingo esqueceu seu porteiro.
Pensou no jornal de hoje, na banca, pessoa.
Esqueceu pelo asfalto. Esperança que chegue o por do sol.
Faz de novo, de novo, novo.
Trabalho, salario, comida, presente
Agora, futuro que lembra passado.
Volta pra casa.
ele escuta, vê, sente, toca. Tudo que gosta.
Escuro. Claro. Hoje tem chuva.
Torrada em épocas de margarina
Sem pensar pega seu guarada chuva.
Beijo sem querer atiçar sua saudade.
Humor reto,
Hoje não tem sorriso.
Chuva pesada atrapalhando o público
Na banca queimam cigarro
No hotel chamam taxi
E o desconhecido presente.
No meio dia
- bom dia
-boa tarde
Som da agua pesa a pálpebra
Acontecimento igual
Pode ser a gota da agua
Olha o tempo que resta, o sapato velho, vida assim.
Já meio gasta de olhar
Sem dar um basta de pensar.
Que venha meu quarto.
 
 
 
 
 
 

Compartilhar
duchicoski
22/02/2015