Site de Poesias

Menu

O Primeiro Amor

 

 

Ela se levanta e caminha até à janela
A noite está fresca 
e o vento beija o seu rosto 
com discreta umidade
Ela sente que o calor que paira no quarto 
é leve e delicado
como aquele que cresce em seu coração.


A sua primeira lembrança
é de uma frase apaixonada que não findou
para dar descanso aos lábios do seu amado.


Ele adormeceu no calor do seu corpo.
E ali, a mulher,
que nunca imaginou
amar daquela maneira,
lembra-se da menina
estendendo as mãos para o seu amado.


O seu coração estremece,
seus lábios se afastam
e ela é recebida pelo corpo do seu homem
Seu olhar é acariciado pelo brilho dos olhos dele
e naquele colo ela é amada.


Ela volta agora para junto do seu amado,
deixando para trás a alegria da noite estrelada.
Ela o quer novamente e lhe estende as mãos
Quer nesse momento
a alegria da menina sorrir
o prazer da mulher!



Juarez Florintino Dias Filho

 
 

Compartilhar
Juarez Florintino Dias Filho
20/03/2006