Site de Poesias

Menu

luzes

As luzes da cidade passam diante de meus olhos como flashes de luz, brilhante e hipnotica.

Mas meus olhos não ardem nem piscam pela intensidade, eles estão tão distantes em outra dimensão, quem sabe?

Pensando em como as coisas se movem numa rapidez no plano em que seu corpo se encontra e de como queria voltar aquele

momento e ter o poder dos Deuses de mudar o final daquela tarde que tinha tons de rosas e de como tudo ao seu redor e de seu amado tinham sintonia perfeita.

Mas o passado não pode mudar e me deparo com uma luz vermelha sobre meus olhos como uma sinalização que devemos voltar ao plano real.

 

Compartilhar
Tsukino Misaki
24/11/2014