Site de Poesias

Menu

MENTE A MENTE

                          
Mente! A mente loucamente...
Mente! Que mente é deprimente.
É morrer claramente e não ver
A verdade presente,
Que realmente pode ser...
Distraída mente! Mentira freqüente,
É imprudente, é um ato de dor,
Que mata a verdade,
E enfraquece o amor...
Cínica mente! No deserto, no caminho.
Clinicamente! De perto, ao lado da dor,
Muito próxima do espinho,
E bem distante da flor.
Plante a semente na mente!...
Mentira só faz sofrer...
Verdadeira mente, 
Só oferece prazer...
A verdade, é felicidade sequente...
Então...Siga em frente, sorridente,
E curta o caminho supreendente,
Que somente a vida pode oferecer.

 
Oscar Barros- Set/2014

Compartilhar

Brasilia (DF), Setembro/2014

OSCAR BARROS
21/10/2014