Site de Poesias

Menu

Assim, por ti, rasgo a noite escura!

Assim, por ti, rasgo a noite escura!
 
 
Os meus caminhos
são os da minha loucura!
E ando, do mesmo jeito, de dia
como rasgo a noite escura
na busca insana por teus carinhos!
Endoideço por não ter
o beijo que tanto queria!
A minha loucura
provém dos meus desejos por ti
da minha agrura!
Sentimentos impolutos
onde cativeiros e sonhos brutos
vivem conturbados, no coração!
Ah! que essa medonha ilusão
não grite em minha alma
e esta possessa, diga não
ao sofrimento em que se debate
e perdura esta minha razão!
 Escondida e atemorizada
nesta loucura que é minha
e percorre a sombria estrada
que é o meu calvário e sina minha!
 
16/08/2014 Ezequiel Francisco Silva

 
 

Compartilhar
Ezequiel Francisco
03/10/2014

  • 0 comentários
  • 180 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados