Site de Poesias

Menu

AMOR PLATÔNICO

Eu tenho vontade

de te abraçar e beijar,

mas tu se esquiva,

me deixando na deriva.

tu vaes se arrepender.

de ter negado, essa oportunidade,

de me dar essa felicidade,

que procuro esquecer.

Tu tomaste outro destino,

mas duvido o desatino,

que tenhas encontrado,

um amor tão qualificado.

Mas tudo tem solução,

como manda o coração.

O tempo ajuda solucionar.

o que me fazia amargurar.

Enfim esse amor platônico,

que não deixou de ser irônico,

saiu do meu pensamento

e caiu no esquecimento.

 

 

 

 

Compartilhar
José Luiz de Almeida (Zé Gaiola)
01/09/2014

  • 0 comentários
  • 260 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados