Site de Poesias

Menu

VITAL

venha
quando quiseres
do jeito que for
quando puderes
 
e até mesmo
quando te cansares
de andar a esmo
e apesar dos pesares
 
venha
feliz me fazer
deixar-me em torpor
de tanto prazer
 
não saberás
o que hoje sou
nem o tamanho da dor
que a tua falta causou

 
 

Compartilhar

Visitem-me também em:

www.sergionespoli.recantodasletras.com.br

Grato!!!

sergio néspoli
24/07/2014