A cupidez !

A cupidez !

 

Só se emprega o pensamento na ambição

A cupidez tomou conta deste mundo

O homem não pensa mais no amor profundo

Que do imo da alma chega ao coração

 

Na cega ambição, só valoriza o cifrão

Já não teme mais a eterna Divindade

Descansando, no berço da insanidade

Está a um passo da mental alienação

 

Dependurado na simultaneidade

De sempre levar vantagem a qualquer custo

Sem esforço, sem fadiga, salário injusto 

Persuade no esquecimento a veleidade

 

Injustos, injustos seus procedimentos 

Não tivesse por berço a materialidade.

Sem a prodigiosa luz da imaterialidade,

Cai na ausência de puros sentimentos

 

Nessa ambição desmedida da riqueza

Perde o homem o sentimento e a razão 

Vivendo encantado na escada da ilusão

Não percebe estar a um passo da avareza

 

Porangaba, 14/06/2014  (data da criação)

Armando A. C. Garcia 

 

Visite meu Blog: brisadapoesia.blogspot.com

ARMANDO A. C. GARCIA
© Todos os direitos reservados