Site de Poesias

Menu

Lorena

A bela Lorena morena saiu na janela vestida de branco,
Nos cabelos brilhantes uma tiara de prata,
Na mão direita um anel de pedra vermelha,
Podia-se ver em seu pescoço um lindo colar de contas azuis,
Mas o que mais chamava atenção era o seu sorriso de moça,
Era lindo e inocente, como era bonita aquela menina...
O tempo passou tão depressa,
O sobrado ainda está lá, resistindo ao tempo,
E a bela Lorena, por onde andará?
A morena tão bela que em outrora saia na janela para as tardes enfeitar,
Pobre sobrado que hoje parece não querer apagar da lembrança a bela morena,
Que ainda espera com sua janela aberta de frente pro mar,
Talvez quem sabe em uma tarde qualquer de novo ela sairá na janela,
E nesse dia o tempo que parece distante em um breve momento enfim voltará.

Compartilhar
Cesar Garcez
13/06/2014

  • 0 comentários
  • 178 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados