Site de Poesias

Menu

Outro mundo

E existia um garoto,

que pensava para dentro,

que sonhava de olhos abertos

que  gostava de um mundo que não existia.

Esse garoto não se contentava com o céu ser azul,

com as respostas comuns,

e com as pessoas deste mundo.

Esse garoto então foi embora,

decidiu não mais voltar,

se afundando num céu negro sem fim...

 

Compartilhar
O relojoeiro
25/05/2014