Site de Poesias

Menu

077 - EU TÔ CARENTE

[Ilustração não carregada]

 Eu tô carente desse teu abraço nunca é tarde pra tentar
Um grande amor então viver Já fui ferida
Também já chorei, posso entender

Mas seu amor além
o seu amor Desse

teu amor que me deixa leve
Eu tô carente desses olhar Desse teu sorriso
Eu tô carente desse olhar que mata
Eu tô carente Dessa boca quente revirando tudo
Tô com saudade dessa rosto lindo
Eu tô carente vontade de enfrentar o mundo
Eu tô carente desse teu abraço
Eu tô carente Madrugada fria esperando seu amor
Eu tô carente Vivo um pesadelo, seu beijo
Eu tô carente Sou incapacidade de viver por mim
Tô tão carente feito um prisioneira nessa paixão nesse amor
eu to carente Sem você meu amor a solidão me abraça um segundo
Eu tô carente você Vai se entregar pra mim. Como a primeira vez Eu tô carente desse teu abraço Desse teu amor que me deixa leve Tô a fim dos teus segredo
Eu tô carente Me apaixonei perdidamente por você É deixar fluir os sentimentos que
Eu tô carente Eu não vou te esquecer, você me conquistou 
Somos eu e você dividindo sonhos bons sem pensar nos limites dos teus sonhos
Eu tô carente mar Isso Vivo um pesadelo, seu beijos no quarto escuro e frio do hotell
Eu tô carente eu quero encontra algum conforto l seus braços de amor
• AUTOR MOISES DA VITORIA RIBEIRO

Compartilhar
MOISES DA VITORIA RIBEIRO
17/05/2014