Site de Poesias

Menu

072 Confissâo

[Ilustração não carregada]


Eu tenho outra confissão a fazer

Eu, eu sou uma estrada de mão única
Sou uma estrada que leva pra longe
Eu, eu sou um poste aceso Sou uma luz branca ofuscante
Piscando sem parar  Sou o medo passando rápido
Sou iqual  uma virgem
Tocada pela primeira vez
Como uma virgem
Quando meu coração bate  forte pela primeira vez
Quando você chama meu nome
A vida é um mistério, todos devem permanecer sozinhos
Mais Eu não tenho escolha, eu
Sinto vontade de amar você Estou deitada, eu quero te guiar
eu posso sentir sua respiração no meu  peito você
 esta aqui comigo e como um sonho
Eu tenho outra confissão a fazer eu fecho meu olhos
Autor Moises da vitória ribeiro

Compartilhar
MOISES DA VITORIA RIBEIRO
10/05/2014