Site de Poesias

Menu

O TATO

O tato fere
ferve
fende
e pode
 
cura
mata
e ressuscita
 
se toca na ferida
entreaberta
o tato fere
 
fende a veste
e acha a pele
o suave tato
 
na turbação do dia
o tato tenta
a pele nega
 
na turvação da noite
o tato pode
a pele ferve
 

 
 

 
 

Compartilhar
sergio néspoli
08/05/2014