Site de Poesias

Menu

Vi meu primeiro amor se Casando

 Era como se tivessem arrancado um pedaço de mim e me deixassem morrer aos prantos

No dia do seu casamento, por engano nos cruzamos, você me viu, eu te vi e o coração saltou de amor e dor

Eu dentro do meu quarto, com a porta trancada e no silêncio da noite deixei minha dor se esvaziar, tentei fingir para todos que tudo estava bem e que era só mais uma noticia

Mas aquilo me esfaqueou e me ensanguentou por completa

As lágrimas que desciam pareciam me arranhar o rosto, deixando marcas intensas..

Você abriu mão de mim, do meu amor, você abriu mão do nosso amor

Quebrou as promessas que tinhamos

Me desnudou na frente de todos e ainda carbonizou-me

Talvez um dia você ainda se recorde de mim

Do meu rosto, do meu sorriso, do meu cheiro, do meu olhar...

Quem sabe um dia ainda a gente fique frente à frente para eu poder te encarar profundamente  e poder ter a certeza que não me ama mais ( o que eu duvido).

 

 

 

 

Compartilhar
Natay
07/05/2014