Site de Poesias

Menu

Pedra rara

                                                          Pedra rara
 
Não a pedra preciosa
Que reluz mais
Ou ofusca o brilho teu.
Eis a bela das belas
É a própria vida em si
Estampada e clara
Exposta na face.
O esculpido corpo
Faz-lhe desejada
O paralisante veneno
Do teu olhar é imponente.
E o convite feito
A cada sorriso seus
Me deixa todos os dias
Cada vez mais seguro.
Por ser o seu bem
Se não sou o único vivente
Sou o mais feliz...
 
 
Estevo Lima

Compartilhar
Estevo Lima
06/04/2014

  • 0 comentários
  • 52 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados