Site de Poesias

Menu
Jose Aparecido Botacini

Jose Aparecido Botacini

Nascido há 29 de agosto de1952, escreve desde 1968, mas apenas por gostar de escrever, é filho da cidade de José Bonifácio e reside na cidade de Neves Paulista na região de São José do rio Preto, Tem apenas o curso médio e é auto de data em filosofia, mas mão é diplomado, também pratica a arte de cultivar bonsais. Tem os olhos voltados para as realidades do cotidiano e quase sempre tira grandes lições e as transforma em poesias.
 
O amor que não dói
Não é amor de verdade
É amor que passa depressa
E nunca deixa saudade.

 
Quando a gente tem um amor,
Fica mais fácil,
Suportar as  paixões decorrentes 
De um coração cigano.

 
\"Privar o individuo de conhecimentos é o mesmo que saciar a fome do avestruz com diamantes\
 
\ “O coice da indiferença dói mais do que a falta de amor”


 


  • "Sonhar acordado nos da uma visão mais ampla do sonho em relação à aquele que sonha adormecido."
  • Fale com o Poeta

Poesias de Jose Aparecido Botacini

Título Data Com. Vis.
Novo Dia 19/12/2016 6 67
Nosso amor (soneto) 19/12/2016 0 11
Noite fria 19/12/2016 0 --
Noroeste paulistano. 19/12/2016 0 --
No mar (soneto) 19/12/2016 0 --
No Chão 19/12/2016 0 --
Poeta morto 19/12/2016 0 --
Contemplação. 19/12/2016 0 --
Não ti mereço 16/12/2016 0 14
Não sei bem o poerquê 16/12/2016 0 --
Não se queixe 16/12/2016 0 --
Não me comprometi. 16/12/2016 0 --
Não há meios de saber 16/12/2016 0 --
Miséria farta 16/12/2016 0 --
Minha rainha (Soneto medieval) 16/12/2016 0 --
Meus olhos 16/12/2016 0 11
Menina mimada. 16/12/2016 0 --
A vida gira 16/12/2016 0 11
A mulher do cortiço. 01/12/2016 0 27
Desatento 13/11/2016 2 45
  • Próxima página