Site de Poesias

Menu

Ramos silva

O Brasil atravessava o período militar, e o futuro acenava com incertezas. Exatamente nesse peíodo, mais precisamente em 04/07/1964, nasceu Severino Ramos da silva, filho de Catarina maria da silva e de José João da silva, ambos agricultores e naturais de Pernambuco.

Educação severa e fundamentada no respeito, dignidade e no trabalho arduo, Severino Ramos da silva conheceu de perto o cheiro da terra e a magia da Natureza. De pés descalços, entre o barulho das águas e os cantos dos passarinhos, ele cresceu poeta, reforçado pelas serenatas de seu pai tocadas sob as noite de luar do sertão nordestino..

Já no jardim de infância Severino Ramos da silva aprendeu a ler e adotou Monteiro Lobato, Carlos Drummond de Andrade e Machado de Assis seus autores preferidos. Crescido se apaixonou, teve filhos e hoje feliz, admirando as boas coisas da vida, toca seu violão enquanto balança em uma rede e cria seus poemas.

Sua poesia é livre e seus versos sinceros - bucólicos como a vida, acredita que a leitura pode transformar o homen através do conhecimento, com o intuito de divulgar um trabalho de incentivo a leitura, conseguiu montar uma biblioteca comunitária com livros doado pela comunidade onde morava, seu projeto foi contemplado pelo ministério da educação, com um acervo de 2 mil livros, um computador, uma mesa grande com 8 cadeiras onde fazia as rodas de leitura com jovens e adolescentes da comunidade, em um bairro pobre da periferia de Recife Pernambuco, a bilioteca é conhecida na Associação de moradores da UR1 Ibura, como ponto de leitura Machado de Assis.

Aprendendo com a Natureza

Aprendi com a Natureza ...

Que os rios mudam seus cursos conforme suas necessidades

Que as flores murcham para nascer mais belas em uma nova semente

Que as nuvens mudam de cor quando vai chover

Que a lua muda de tamanho conforme suas fases

Que a criança vira adulto com toda sua complexidade

Que o trabalho dignifica a alma

Que o amor transforma os corações

Que fazer o bem é tirar um fardo da consciência

Que o simples fato de sorrir atrai pessoas e amizades

Enfim...

Tudo muda,

Tudo se transforma

Tudo faz sentido.

Copyright Ramos e Silva

Poesias de Ramos silva

Título Data Com. Vis.
Dia ruin 10/07/2013 1 19
Qualquer lugar é lugar. 07/05/2013 0 23
Ao nosso Rei 19/06/2012 0 17
Desejo da alma 19/06/2012 0 23
Aprendendo com a natureza 18/06/2012 1 17
Menina dos olhos verdes 18/06/2012 0 17