Site de Poesias

Menu

Simone Furtado Carneiro

QUANDO TE VI

 

Em certas coisas eu não acreditava
Agora eu sei, aconteceu comigo
Foi um aroma, um jeito de falar
Fiquei tão boba
Fixei meu olhar
Aguardo louca o telefone tocar
E quando diz: "alo!, não sei o que falar
O relógio é lento
Um final de semana demora um mês
E agora o choro
Perdeu a vez
E o que que vivi
NÃo é nem mais lembrança
Nasci de novo,
Virei criança

Poesias de Simone Furtado Carneiro

Título Data Com. Vis.
NOTA DA NUDEZ 30/08/2013 0 25
Essência da Beleza 29/06/2010 0 77
Delírios ao Mar 29/06/2010 0 103
Saudade Maldita 28/06/2010 0 59
Me Perdendo 28/06/2010 0 47