Site de Poesias


Luzyeny Sintz

Será que tem que ser assim?


 

 


 

Que mesmo amando, estar separados?


 

 


 

Abandonar a luta, sem mesmo


 

 


 

ter lutado.


 

 


 

 


 

 


 

Não me diga que lutou


 

 


 

ou mesmo , que tentou


 

 


 

Não me faça crer


 

 


 

Que o plano se esgotou


 

 


 

Não me fale que me ama


 

 


 

Que só entrelaçados


 

 


 

Escuto suas promessas de amor


 

 


 

E ao final de uma jornada


 

 


 

Nem sequer sabe olhar-me


 

 


 

No fundo dos olhos


 

 


 

Será mesmo


 

 


 

Que o amor acabou?


 

 


 

E se receio em não ouvir-te mais


 

 


 

Confesso, que morro de dor


 

 


 

Por que teima em deixar-me ir


 

 


 

Seguir a vida, desprender-me de ti


 

 


 

Não vê, tolo em palavras


 

 


 

De desespero, não me deixe a dor


 

 


 

Se me amas como sei, por que fugis de mim


 

 


 

Se saber bem, que é só teu meu ser


 

 


 

Procure entender, meu bem


 

 


 

Não seremor felizes assim


 

 


 

Que é covardia, loucura


 

 


 

Manter-nos afastados


 

 


 

Se sabemos bem


 

 


 

Que é só teu meu amor

Deixem que digam

Que me rotulem louca

mais louca ainda é viver assim

loucara é tirar-te do peito

prefiro morrer a esquecer-te

Não se comove com meus apelos

Minha alma desfalecida

Que definhaa cada palavra não dita

Que nega em dizer-me que me ama

E eu, crende , demente

dos meus pensamentos infants

achando que um dia

resgatar-me-a e me fará feliz outra vez

Não me venha afirmar que não há

o que não há, pensamentos mentirosos

como os teus, que finge não mais me amar

Não estava nos nossos planos,

sem você, meu mundo cairá.

 

Poesias de Luzyeny Sintz

Título Data Com. Vis.
CORAÇÃO DE PEDRA 23/05/2012 0 60
O ANJO E A SOMBRA 14/05/2012 0 28
Acabou 14/05/2012 0 36
Crânios ... 02/05/2012 0 18
SUA PERPETUDE 02/05/2012 0 25
TERRA DE HADES 18/03/2012 0 19
ALMA DESENCARNADA 18/03/2012 0 16
ME TROUXE VOCÊ 18/03/2012 0 79
MAIS QUE TUDO 19/11/2011 0 19
O amor é assim... 19/11/2011 0 25
MEU PÉ DE GOIABA 26/03/2011 0 61
ÉRAMOS JOVENS 23/02/2011 2 73
AMOR PATOLÓGICO 09/02/2011 1 48
Jura 30/12/2010 1 71
Tristeza em trabalhar- 30/12/2010 0 40
Faz de conta, J 30/12/2010 1 104
Mágoas que ficarão 16/11/2010 0 71
UM CANTINHO PRA CHORAR 28/06/2010 0 69
NÃO POSSO TE ENGANAR 24/04/2010 0 113
Seu olhar 24/04/2010 0 60