Site de Poesias

Menu

Lobo Dornelles

Toda minha vida foi vivida em pensamentos. Sempre gostei de usar o cérebro, e acho tão injusto algumas pessoas receberem um cérebro para usar de diversas maneiras bizarras.

Por muito tempo pensei que odiava todo mundo, mas tenho um outro conceito hoje em dia. Creio que amei demais as pessoas. Amava tanto que chegava a odiá-las..

Alguma vez vocês já devem ter ido em um grande centro, abarrotado de pessoas, como formigas caminhando sem parar e todas com rumo a seguir. Alguma vez vocês já devem ter parado nesse centro, no centro do centro, e perceberam que todos têm um problema a ser resolvido, que ninguém consegue parar, que ninguém consegue te perceber diante dessa confusão que é o mundo, que você está sozinho, sempre esteve... como uma formiga perdida.

O mundo é imundo. Poluído por seus próprios habitantes, mais imundos ainda..
É tão triste a ignorância da humanidade. Desde o principio foi assim.. inventado um belo jardim para quem reza e para quem faz tudo conforme a lei moral! Errado..
Todos têm o mesmo caminho, infelizmente é assim. Não existe jardim, nem mesmo existe inferno, mesmo que justo seria. O que existe são os homens e sua fé. Diversos exemplos de fé..

Gostaria que o mundo acabasse. Seria justo! Talvez uma outra espécie respeitasse a vida de maneira airosa.. e como bela ela é.
Não tem mais retorno. É uma estrada bem próximo do fim. A ponte à frente está inacabada. Agora todos correm, mesmo tendo a noção que logo à frente, todos irão cair..

Por isso, meus amigos.. aproveitem ao máximo e, vivamente!.