Site de Poesias

Menu

Allanda Macedo

Gostaria muito de descrever a forma como sou, a forma como penso, a forma como eu ajo. Para fazê-lo teria que ter um livro, que estaria em constante mutação, pois ao longo do tempo, aprendemos com os erros e acertos, mudamos nossos hábitos, nossas opiniões, mudamos nossa mente... E o mais impressionante, é como temos a capacidade tentar entender o mundo, sendo que no fundo, bem lá no fundo, somos apenas enigmas tentando nos decifrar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Poesias de Allanda Macedo

Título Data Com. Vis.
Meu Vício 29/06/2012 0 34
Um dia perfeito... ou quase perfeito! 03/10/2011 0 124
As dores são menos intensas quando são os outros quem as sentem em nosso lugar... 03/10/2011 0 130
Mas o amor não vem do coração? 28/09/2011 0 74
Procura-se um amor... pra vida inteira 28/09/2011 0 63
Será que foi em vão... 27/09/2011 1 52
Minha dolorosa partida. 26/09/2011 0 84
Sente falta de mim? 26/09/2011 1 89
Homens não têm direito de reclamar. 26/09/2011 1 84
Incessante busca da felicidade. 25/09/2011 1 65