Site de Poesias

Menu

TRIBUTO A MIM MESMA

[Ilustração não carregada]

 O dia amanheceu lindo parecia um dia de domingo

A casa estava lotada famílias de todos os lados amigos e camaradas
A mesa trazia uma linda tolha de cetim um vaso de jasmim
As crianças brincavam despreocupadas com os bichos e cachorrada
As pessoas entravam e saiam e a mim sorriam
 
Tudo em minha volta era lindo há quanto tempo
Que não via aqueles lindos sorrisos
A minha casa estava em festa
Cada um me abraçava e alguns comentavam
Outros choravam outros olhavam
E um beijo na testa me dava
Minhas mãos alisavam
 
*** EU ESTAVA LINDA***
 
Com lindo vestido bordado com Miçangas azul
Um rosto muito mais jovem que atual
Uma traça comprida nos cabelos com um diadema cheio de borboletas
 
*** EU ESTAVA LINDA***
 
Havia tantas pessoas ali que antes não notei
De frente dos meus olhos um lindo Castiçal iluminado
Com um caixão aveludado
O meu corpo enfeitado
E todos ao meu lado
 
Não era possível eu não estava naquele caixão
Era tudo tão real amigos, família, festa.
Não, não era eu.
 
Era eu sim
 
Era a festa de despedida
De uma alma vencida
De uma alma poética
 
De repente mãos enguia meu caixão
No meio da multidão
Crianças e irmãos caminhavam
Minha alma chorava, gritava pedia,
Não, não me levem ainda não.
Vamos continua a festa?
Mas ninguém me ouvia nem mais me sorriam
 
E ali me deixaram
De costa viraram
E o caixão se fechou
O último beijo sentir
Só não sei de quem foi
Minha alma chorou
O cheiro do beijo ficou
Em minhas mãos
 
Acordei no lugar tão lindo já era domingo
 
Nas mãos eu trouxe um perfume delicado
Um olhar do outro lado
Fez-me lembrar
De todos de lá
AH deixa pra lá
Um dia vãos todos voltar então
Até lá...
 
 
Às vezes eu passo sob as lâmpadas
De minha rua à noite e fico pensando:
Quem e o que, passará por estas luzes,
Nestas horas da noite daqui a cem anos
Além do meu fantasma?
 
Poetisa
Desconhecida
Domingo 19 Do 01/2014
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Compartilhar

Obrigado pelo carinho da visita
temos 365 dias pra nos ler e conhecer
ao sair deixe um comentário ou uma simples critica

Poetisa Desconhecida
19/01/2014

  • 6 comentários
  • 164 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados