Site de Poesias

Menu

Sem saída.

Rua,
Triste rua
Minha rua
Minha casa
 
Lar
Outrora deixado
Por sonhos trocado
Por sonho em pó
 
Vagando
Por becos e vias
Cidades e vilas
Ninguém a me notar
 
Caminho
Caminhos errantes
Sem amigo ou amante
A me esperar
 
Ah!
Se outrora soubesse

Que destino padece

Qem nas drogas entrar.

Compartilhar

Sentimentos que capitei de uma pessoa que ajudei a se libertar das drogas e voltar a seu antigo lar e família.. Rio de Janeiro,10 de outubro de 2013

JOSLU
10/10/2013