Site de Poesias


Chore seu pranto


Chore seu pranto e enterre seus mortos,
mas não permita que a morte te consuma em vida.
Sua dor é inevitável,
sua perca é fato,
mais sua vida ainda clama,
calma,
alma,
clara,
vaga segue não para.

Compartilhar
Mary
08/10/2013

  • 1 comentário
  • 17 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados