Site de Poesias


Estou Caindo...

Estou caindo...
Caindo em tal lugar...
Que é tomado pelos espinhos de minha alma...
Que me sufocam...
Com uma dor eterna...
E asim...
Eu irei morrendo com tal afã...
Pouco a Pouco...
Por tal causa...
Que deixa meu corpo cada veis mais anelar...
E manifesta-se em mim uma anátema...
Onde tenho que sentir tanta dor sem bramir...
Onde me encontro com a minha tão querida camélia...
Tal que tem a beleza parecida com a de serafim...
Tal beleza que em mim vai ficando em falta...
E assim me acabo...
Lívida...
Macilenta...
Nívea...
Ofegante...
Com a boca púrpura e...
Aos prantos por estar longe de meu serafim...
agora, só o que me resta...
é assistir ao meu fim...
Sem poder fazer nada...
Vem essa coisa me tomando contra a minha vontade...
E acabando comigo cada ves mais...
Mais e mais....
E aqui fico...
Pois tentareim aproveitar o tanto de tempo que me resta...
Vou me sagrar apenas a isso...
Tentando encontrar ao meu serafim...
A quem perdi naquela...
...
Espero que o porvir não seja tão severo comigo...
Espero que ele tenha piedade de mim...
Adeus...
Ó.ò

Compartilhar

bom, essa eu fiz quando estava em um momento de crise, estava com problemas na família, amigos, essas coisas. rua

Salém
14/01/2006