Site de Poesias

Menu

Comentários da Poesia "Espírito!"

de Elisa Gasparini

Gostaria de deixar seu comentário?

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários aqui registrados não representam a opinião da equipe do Site de Poesias, nem mesmo recebem o seu aval. A responsabilidade pelo conteúdo dos comentários é inteiramente do autor dos mesmos. Ao poeta é reservado o direito de remover os comentários de seus poemas, quando achar por bem fazê-lo.

Nesta poesia Elisa Gasparini abusou da ousadia...
Acredito que todos já passamos por isso e sabemos que faz parte da vida.
Xama
08/03/2013


Elisa Gasparini. Uma poesia com requinte surreal, parabéns pela criatividade, o capricho e inspiração. Valeu um forte abraço e boa sorte.

ESPÍRITOS,
LIVRE ARBÍTRIO.
NÓS ESCOLHEMOS,
AQUELES QUE SOPRAM EM NOSSA MENTE.
CADA AÇÃO, GERA UMA REAÇÃO.
HÁ MOMENTOS EM QUE NOS SUCUMBIMOS.
NOS DESERTAMOS.
E SÓ DAMOS ASAS A IMAGINAÇÃO.
CALANDO ATÉ MESMO NOSSO CORAÇÃO.

PARABÉNS ...

Gostei da poesia gótica. Fermentou bem o negócio. Abraços

Nesta solarenta tarde dominical, onde sob os reflexos de minhas latinhas de cerveja, tento me equilibrar e me conectar com o seu "Espírito", o que reclama releituras, divagações, buscá-la oculta em seus versos não fáceis, dissimulados, etéricos e tentar descobri-la, sua essência, mas, confesso, sob os vapores etílicos, meus sentidos se confundem, apenas para aplaudi-la em sua introspecção e beleza...APLAUSOS !!!

Karaca!!!!...Elisa, teu espírito me chamou...rs

Super inspiração, simplesmente me deixou sem palavras...

Então, fico com está que tenho certeza que foi a doçura que a minha alma precisava.

Não adoces me a"boca" por que sinto asco e raiva de ti
És um nada, pernicioso, vaidoso e tolo!
Não podes coisa alguma me acrescentar
Além de me cansar por seres vazio e tacanho
Enxerga que não sou como tu és!

Já passou, mas, Foi demais...

.......ri-ri-ri...........não preciso dizer mais nada...

Beijos

Cara poetisa o espírito também tem seus dias de fraqueza. Ele é frequentemente considerado como um princípio ou essência da vida incorpórea, mas também pode ser concebido como um pricipio material, portanto sujeito aos percalços da vida. Lindo texto, meus aplausos.

J.A.Botacini.

Zezinho.

Saudade de ler você minha querida amiga de versos...
Andamos numa fase meio dark né ?
Mesmo assim Elisa, na luz da poesia, a obscuridade de qualquer espírito é nada mais que uma sombra a se iluminar.
Beijos !!!

Quanta clareza e riqueza sobre esse espírito profano.
Parabéns!

Parabéns poetisa por espírito.

Que você continue mostrando
o espírito da poesia que habita
em ti.

Como foi sua estada em Salvador, já que a cidade não estava bem cuidada?

Abraços;

José Bonifácio (Papa-Jaca)

O sopro do Criador
que, de fato, exprimiu vida
para o pó e, esse, à lida,
alma vivente em ardor
conheceu o amor e a dor...
Na sanha por seu empíreo
vem tentando um bom epíteto
e se lança com cuidado
para ser ser renovado
e crescer ser novo ESPÍRITO...


Que fique para trás o mal
juntamente com sua vã
tentação....

Que tenhamos o privilégio
de ler mais textos surrealistas
e que nos levam a refletir,
qual esse que li aqui.

Shalom desde Sião!

Voltar à poesia