Site de Poesias


Ave Maria

Ave Maria

Ave maria

Ninguém sabe de nada sôbre dor
Ninguém viu o abraço derradeiro
Da partida despedida de um amor
De lágrimas no molhado travesseiro

Ajoelhada no vasto campo santo
O desespero a angustia da partida
O rosto desesperado e o pranto
Na profundidade desta despedida

Qual coração de uma mãe se nota
Verga santidade qual verdade aporta
A Pietá traduz toda verdade escrita

Sem murmúrio blásfemo e aceitando
Morrer de amor só por viver amando
Ave Maria das mulheres sois Bendita

Mães no dom abnegado ao dar a luz
São Bem Aventuradas por Jesus
 

Compartilhar

Hoje ao ouvir franz shaubert ( Ave Maria) imaginei a dor do pranto daquela mãe. Michigan (sou Paraibana vivendo em United State)

ALMA GORT
20/09/2012

  • 1 comentário
  • 22 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados