Site de Poesias


Versos diversos

Versos diversos

Você me declamou um poema
cujos versos não saíram de sua boca.
Seu peito pulsou, porque eu fui o seu tema.
 
 Meus versos singram
por mares inclementes.
Minha vida sem poesia,
é uma nau fora de controle.
 
 “O poeta geme nas intempéries
de si mesmo, seu coração arrefecido
pede socorro, busca calor nos
versos alheios”.

 
 “Sigo em frente
solitário, porem,
esta estrada
me levara para
Junto de você”.

 
Ofuscada, a lua pela neblina,
deitou-se triste sobre relva orvalhada.
Vagalumes cumpriram sua sina;
estrelas aladas pra lua distribuíam piscadas.
 

Compartilhar

Obrigado pelo carinho da visita ao sair deixe um comentário ou uma simples critica.

Jose Aparecido Botacini
27/07/2012

  • 3 comentários
  • 203 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados