Site de Poesias


RAP DO SENADOR

Aqui não tem /  nada de valor /  o que carrego / não é disco voador / é chapéu de palha / dado por agricultor / gente do sertão/ que não será doutor / mas não vai roubar / como rouba os senador / que descaradamente / leva o que é de valor / e não vai prá cadeia / porque não é agricultor / então vamos soltar / assassino e estuprador / que é mais digno / que essa cambada / de Deputado e Senador.

Compartilhar
Haroldo Guilherme Josuá de Medeiros
03/06/2012

  • 0 comentários
  • 140 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados