Site de Poesias


LIVROS DE AUTO AJUDA E AS SEITAS EVANGÉLICAS

LIVROS DE AUTO AJUDA E AS SEITAS EVANGÉLICAS

Tenho observado e tentado entender do porquê de tanta venda destes livros considerados de “Autoajuda” e ao mesmo tempo vejo na minha região a proliferação compulsiva de pequenas salas evangélicas sendo criada uma do lado da outra.
 
E fazendo um paralelo sinto que há uma relação entre estas duas vertentes.
 
Já há tempo digo, quando surge o assunto, que estas igrejas estão substituindo os bares e botecos do meu tempo que estou com 55 anos.
 
No bairro onde moro, de uma cidade pequena aqui do Paraná, a 30 km de Curitiba, está tendo em média 03 igrejas a cada duas quadras. Fecha uma e logo já abre outra no lugar.
 
Não existem mais bares, só igrejas, então digo nestes eventuais papos que para os prefeitos destas cidades isto é bom, pois há menos criminalidade e menos pessoas reclamando, pois os evangélicos seguem a sua nova opção e se fecham em “copas” para o que demais acontece na sociedade.
 
Muita destas seitas, de abrangência nacional, tem seus fundadores envolvidos em escancarados escândalos, seja de ordem financeira, morais (alguns estão respondendo por abuso sexual e pedofilia) ou políticos.
 
Dão os piores exemplos, inclusive com conversas ou filmes gravados, mas mesmo assim os seus adeptos só fazem aumentar.
 
No fundo o que os pastores pregam e prometem é o mesmo que as pessoas estão procurando nos livros de auto-ajuda, ou seja, crescimento material e financeiro.
 
Nestas igrejas os pais de família acabam parando de beber, as mães já não alimentam vaidades, as filhas também não ficam desejando aquilo que os pastores cultuam como coisas do “diabo”.
 
Ora, cerceando todos estes hábitos de consumo pelo obscurantismo, acabam, realmente, sobrando mais dinheiro em casa, pois os desejos de consumo são anulados e os filhos seguem os pais e não ficam pedindo os tênis da moda e o progresso material familiar acaba aparecendo.
 
Os bares fecham, as lojas vendem menos, pois normalmente os vestidos usados pelas evangélicas não são encontrados fáceis em lojas e o uso das máquinas de costurascaseiras voltam a ranger.
 
E o que os livros de AUTOAJUDA prometem? Não é algo na mesma linha?
 
Vejamos alguns títulos dos mais vendidos:
 
DESPERTE O MILIONÁRIO QUE HÁ EM VOCÊ, O SEGREDO DA MENTE MILIONÁRIA, CASAIS FELIZES ENRIQUECEM JUNTOS e diversos outros que não me lembro agora.
 
Estes livros prometem a mesma coisa só que com outro enfoque para um público mais elitizado e ‘esclarecido (?)’
 
Quem lê estes livros está procurando algum método para ficar rico, ou pelo menos ganhar mais dinheiro, ou se dar bem, ou, quem sabe, sendo-se mais romântico, viver melhor.
 
Nas seitas e religiões o motor propulsor é o medo do diabo, ou do próprio pastor, subliminarmente, e nos livros de auto-ajuda uma receita de enriquecer logo, de se dar bem logo.
 
Os livros podem vender muito, mas o que demonstra que eles não dão certo é a quantidade de novos títulos que sempre continuam sendo lançados.
 
Pois se algum deles estivesse trazendo realmente o “segredo” para este ‘pote de ouro’, os que viriam em seguida não continuariam a vender tanto.
 
Mas não, não passam seis meses sem que não seja lançado um novo título.
 
Aquele autor que escreveu o último best-seller não passa um ano e já vem com um novo explorando os mesmos assuntos só que com um enfoque diferente e assim vão se fazendo milionários em cima da busca dos pobres mortais de achar o caminho para o tão almejado tesouro.
 
A quantidade de títulos mostra que nenhum ainda acertou o alvo tão ansiado pelos sequiosos leitores e nunca irão conseguir porque cada um de nós é um livro sendo formado, com experiências únicas.

Cada um de nós traz um íntimo único, com experiências incentivadoras ou castradoras, trazemos mêdos, coragens e hábitos que nenhum livro escrito em cima di vivências pessoais vai resolver.

Resolveu para aquele, mas numa outra "forma" não vai se moldar bem.
 
Você pode até gostar do que leu; isto pode trazer algum esclarecimento pessoal; mas não dará o caminho para ninguém, assim como as igrejas evangélicas não mostrará o caminho espiritual para ninguém, pois o que as movem é o medo, e este prende o espírito, nunca o liberta.
 
Estes livros não podem mostrar o tesouro escondido, pois para conseguirmos descobri-lo temos que achar dentro de nós o que está dificultando ou travando a nossa vida e nem todo mundo nasceu para ser rico.
 
Li uma pequena biografia contada pelo autor de um destes livros que está em voga, e já lançando outro, que ele, quando jovem, via tanto o seu pai trabalhar feito um cavalo para trazer um pequeno conforto para casa que nunca iria querer aquela vida para si.
 
E esta observação foi que abriu os seus olhos e fez despertar nele o propósito de conseguir o seu milhão antes de complementar quarenta anos e feliz conta que conseguiu o seu feito, e, curiosamente, em boa parte pela venda dos livros.
 
Todos nós temos um objetivo formado quando ainda estamos amadurecendo e este pode ser o de conseguir uma casa própria, um carro do ano e outros já sonham em não serem empregados e assim vai.
 
Mas a formação de cada um nunca é igualzinha a de qualquer outro ser vivente neste planeta, portanto não existe o segredo que serve para todos, nem para um grupo.
 
Você pode gostar de ler estes livros, mas não espere nada deles a não ser, quem sabe, um pouquinho de cultura, pois não é nenhum autor, nem nenhum pastor de uma igreja qualquer que vai fazer aquilo que você tem que fazer por você mesmo e com muito esforço e paciência.
 
Nada vem por acaso, tudo é resultado de algo que só você já traz dentro de si e é em cima disso que você tem que trabalhar, mas não fique almejando quantidade de dinheiro para poder ser feliz, pois não é este o caminho, ou melhor, estes dois objetivos são caminhos distintos.
 
Muitas vezes quando uma pessoa está muito bem financeiramente ela vê que este dinheiro vai ser muito útil para ela pagar um bom tratamento psiquiátrico.
 
Uma coisa é certa:
 
Ninguém vai fazer por você aquilo que só você poderá fazer para você mesmo, tanto materialmente como espiritualmente.
 
Você tem que descobrir os caminhos e, para isto, a vida é um livro aberto ou um fechado a sete selos que você mesmo tem que abrir.

www.hserpa.prosaeverso.net

" É dever sagrado do espírito humano pesquisar por que se encontra na Terra, ou por que motivo vive nesta Criação, à qual se encontra ligado por milhares de fios". Abdrushin em Na Luz da Verdade – www.graal.org.br

 

Compartilhar
HSERPA
14/05/2012