Site de Poesias


CACHOEIRA...

CACHOEIRA...

CACHOEIRA - PALAVRAS PROIBIDAS

Pense num cabra danado
Esse tal de cachoeira
Conseguiu manipular
Uma região quase inteira.
Não sei como esse safado
Se enfronhou lá no senado
E fez tamanha bagaceira.

Comigo fico pensando
Como é que pode , Senhor
Um camarada comandar
Deputado e vereador,
Polícia e não sei quem mais,
Do belo estado de Goiás
Até um nobre senador.

Caça níquel, caça dólar,
Caça tudo esse safado,
E quem com ele caçou,
Vai acabar sendo cassado
Caso a justiça se faça.
Encontram-se sob ameaça,
Da vereança ao senado.

Cadê aquela voz
Que bradava pela moral
Contra a falta de decoro,
Etc e coisa e tal?
Ou era somente encenação
Toda aquela falação
No Senado Federal?

Menino a coisa tá preta
Não está pra brincadeira
Por isso aqui em casa
Em decisão pioneira
Não se fala mais em cascata
Queda d’água,ou catarata
E nem tampouco CACHOEIRA!

Compartilhar
Portela Poeta
16/04/2012

  • 1 comentário
  • 618 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados