Site de Poesias


Pranto Verde

Na terra marrom
Do alto do morro,
O verde que berra
Gritando socorro
Não faz nenhum som,
Mas chora pra dentro:
Quem ouve é a terra,
A água e o vento,
Chorando em conjunto
Tanta insensatez
Que a gente valida;
E eu lamento junto
A nossa surdez
Suicida... 

Compartilhar
Ederson Peka
24/02/2012