Site de Poesias


Vão

 Veio e acomodou-se
Com uma presença tão sutil
Em noites frias é agasalho me acoberta em seu leito
Em dias quentes faz-se de brisa soprando meu rosto
Tem os braços vastos e densos que me seguram por toda parte
Num tom singelo de posse.
Nos caminhos que ando, andas ao lado
Suga-me por inteiro!
És companhia e abandono,
Vazio que faz morada onde jaz uma alma sensível
E transformou-me em um corpo-abismo
Em espírito falto
Um ser maquinado,
Que cria ilusoriamente na felicidade de quem nada sente! 
 

Compartilhar
Ana Julia Artur Bolato
06/11/2011