Site de Poesias


O PALHAÇO

O Palhaço
 
Ele sorri...
E o seu sorriso contagia
Ele... É o porta voz da alegria
Nessa arte, um verdadeiro doutor
Fazendo mímicas, caretas
Malabarismos, piruetas
Distribuindo o elixir do bom humor
Que ameniza as feridas
De nossas efêmeras vidas
Com a cara pintada
E a cabeleira postiça
Fica irreconhecível
Disfarce necessário
Para tornar-se hilário
Um Ser humano especial
Que traz nas veias
O poder de espantar as coisas feias
Personagem fascinante
Ousado e cativante
Que nos invade o coração
De forma inesperada
E nos momentos que ali fica
A única coisa que reivindica
É a nossa gargalhada...
 
Pedro Martins
28/10/2011

Compartilhar

Pitangueiras. Tive vontade de escrever esse poema após conhecer um grande artista em minha cidade. Um Palhaço que atende pelo nome de "COSTELINHA". Posso até dizer que já éramos amigos antes de nos conhecermos...

Pedrinho Poeta - Pitangueiras-SP-
28/10/2011