Site de Poesias

Menu

A ARTE DE FURTAR

 
A ARTE DE FURTAR
Escreveu-se no passado um manual,
  Sobre a Arte de Furtar dissertando.
Tolo catecismo se o comparando,
Com a imensa roubalheira nacional!
 
No Brasil se furtou , furta, e furtará...
Com método, pertinácia e impaciência,
Com técnicas de abjeta e imoral ciência.
Não se importando quantos matará...
 
O tanto que na saúde pública se desvia,
E na educação, investimentos, segurança.
De um povo acomodado pela esperança,
De se dar bem nas “bolsas”, ”cotas” e loteria!
 
Nesta teia consentida de furtos e desmandos,
Elegemos os “lambões” que agem nos comandos!
Pedro Paulo da Gama Bentes
2011/10/22


 

Compartilhar

A Arte de Furtar é um livro escrito em 1652.e atribuído ao jesuíta Antonio Vieira ou ao também jesuíta Manoel da Costa. De uma forma cáustica e irônica critica os maus costumes e a desonestidade dos políticos e governos. Faz de forma tão inteligente que muitos acham que é realmente um manual de conduta e orientação, como se os nossos políticos precisassem de metro e medida para esta prática.

Pedro Paulo da Gama Bentes
27/10/2011

  • 1 comentário
  • 318 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados